[PT] [EN]
Workshop de Aranque
[PT] 5º Ano | 1º Semestre A disciplina de Projeto Final de Arquitetura baseou-se no tema “Arquitetura ou Revolução – Learning from the Satallite”, explorando-se o desenvolvimento urbano ocorrido entre os anos 80 e o início do séc. XXI. Com base neste tema foi proposto a intervenção num edifício da Área Metropolitana de Lisboa que se enquadrasse no tema lançado. Tendo como premissa um orçamento fictício de 10.000 euros, foi desenvolvido em grupo uma proposta com o objetivo de resolver os problemas mais evidentes, baseada sobretudo no tema das varandas transformadas em marquises. O edifício de habitação coletiva escolhido localiza-se numa colina sobre a Calçada de Carriche, principal artéria de ligação entre a cidade de Lisboa e os bairros periféricos a Norte, está inserido num conjunto de edifícios de habitação coletiva, construídos em 3 fases distintas. O edifício é composto por 7 pisos, sendo o primeiro destinado à zona de entrada e comércio. Toda a fachada deste bloco é constituída por varandas, que à semelhança de muitos outros edifícios construídos nesta época, foram transformadas em marquises. Esta situação, para além de causar grande ruído visual na fachada, acaba por alterar completamente o modo de viver na própria habitação. As varandas transformadas em marquises constituem ainda um grave problema de ventilação. Devido à falta de circulação de ar essencial numa habitação, a varanda acaba por funcionar como uma estufa, acelerando a degradação dos materiais. Propõe-se a montagem de uma estrutura metálica pré fabricada, forrada com laminas de viroc, avançando o plano da fachada. Esta estrutura será fixa à própria fachada, resolvendo os problemas identificados. O laminado de viroc não só aumenta a privacidade dos moradores, como garante a circulação de ar. Esta solução oferece a cada morador várias possibilidades de utilização das suas varandas, sem com isso alterar estruturalmente o edifício. A solução apresentada é passível de ser aplicada nos conjunto habitacionais envolventes, resolvendo os mesmos problemas que apresentam, bastando para isso adaptar o desenho da estrutura.

Ultima actualização: 11/2017 | Gonçalo Filipe da Silva Velhinho

Por favor, não reproduzir sem o consentimento por escrito de Gonçalo Velhinho.